Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa

Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa
Livro que pode ser adquirido diretamente com a autora - clique no banner para conhecer o blog da autora.

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Foto retrospectiva 2013


Retrospectiva 2013 


Agradeço todas as pessoas que transformaram o ano de 2013 em uma grande aventura repleta de muitos eventos, muitas viagens e muitos novos amigos. 
A foto mostra alguns dos momentos que participei neste ano

Desejo muito sucesso, saúde e um Ano Novo Fantástico para cada um de vocês. \o/ 
E que chegue logo 2014 pois a aventura continua! \o/ \o

Abraços e tenham uma adorável noite de ano novo :-)

Adriano Siqueira

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Calendário Jornada nas Estrelas - Star Trek 2014

Mais um calendário produzido para vocês - 
Calendário Jornada nas Estrelas 2014 - grátis  
é só imprimir e colocar na parede \o/ pegue neste link -http://www.adoravelnoite.com/calendario/startrekcalendario2014.jpg


quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Calendário dos Vampiros 2014 gratuito

Olá pessoal, muitas pessoas pediram o Calendário dos Vampiros 2014 então coloquei disponível gratuitamente neste link - 

http://www.adoravelnoite.com/calendario/calendario2014.jpg



abraços \o/
Adriano Siqueira

domingo, 15 de dezembro de 2013

Vampiros que se mordem de ciúmes Por Adriano Siqueira


Vampiros que se mordem de ciúmes
Por Adriano Siqueira

Na noite passada, fui cruelmente atacado por vários dos meus irmãos.
Diziam-se indignados. 
Diziam-se arrasados.
Meus manuscritos eram colocados nos melhores rituais das mais longínquas terras, atravessando terra e mar e transformava-se em verdadeiros hinos para os novos e os mais antigos irmãos que se reuniam em seus jantares requintados em vários castelos para festejar um novo manuscrito.

Porém, nem todos os tesouros são vistos com orgulho de quem os conquista.
Existem vampiros que blasfemam por minhas descobertas, protestam sobre meus achados e minhas idéias.
Apenas para dominar seus espaço e aliados para alimentar a sua vaidade e ciúme, estes “vampiros” perdem seu tempo mentindo e procurando falhas em nosso simbolismo e nosso castelo. Mostram-se audaciosos atacando séculos de trabalho e  quando são ridicularizados pela maioria se escondem nas sombras arquitetando planos que não acrescentam em nada para nossas conquistas, mas sim, procuram motivações para provar que tudo está errado. Aos poucos adquirem aliados usando sempre um semblante falso de inovação, liberdade e nova ordem quando na verdade só querem apenas destruir, desmontar e separar, colocando em dúvida o que foi conquistado por séculos.

Pobre dos vampiros que se aliam a esses falsos irmãos, pois na procura de algo melhor, acabam colhendo apenas inimizades, destruição e muita dor, sem perceberem que estão sendo usados e sem se perguntarem que este método antiquado que estão atacando não foi o mesmo que reuniram todos e os manteve sempre unidos e mais fortes.
Naquela noite, muitos vampiros entraram e destruíram tudo. Todos os nossos rituais destruídos e queimados. Em poucas horas, tudo virou pó.
Muitos dos vampiros que se diziam irmãos comemoraram aquela vitória. Alguns me viam encostado, encolhido em um canto úmido. Viam-me com tristeza. Viam-me como um vampiro destruído. Pensando se valeu à pena construir tudo para eles e agora, vendo eles agradecendo desta maneira tão fria, se não seria melhor não ter lutado, não ter construído e conquistado.

É sempre mais fácil atacar algo sólido e concreto do que usar a imaginação para erguer algo novo.
Os Vampiros que já passaram por isso certamente pensaram em desistir. Pensaram em abandonar tudo já que os que destruíram realmente querem é começar e por isso a destruição tem sentido único, de sempre passar por este circulo vicioso de destruir e desmontar. Como se na história já não existissem exemplos suficientes sobre os grandes “conquistadores” que destroem tudo e jamais são os mesmos que reconstroem.
Vampiros estes que realmente conhecem esta arte. Nada trazem para melhorar.
Destruir é a única maneira deles estarem por cima. Quantos vampiros deste tipo existem? Muitos eu respondo. É muito mais fácil destruir do que ajudar, apoiar, colaborar, participar e dialogar. Esses métodos são apenas para os vampiros que nasceram para serem príncipes e reis, verdadeiros lordes que brilharão pela eternidade. Muito complicado para os vampiros destruidores que apenas semeiam a vaidade e o ciúme. Palavras que geralmente estão tatuadas em sua pele quase humana de tanto adquirir os defeitos deles.
O "destruidor" vai sempre estar ocupado demais explicando 0 por quê de destruiu, e perderá em todos os debates. Seus aliados estarão eternamente procurando alguém para dizer se o que eles fizeram era certo até que um dia todos se reunirão para dizer... - Como era bom aquele tempo. Afinal naquela época eu tinha para quem mostrar meus manuscritos e hoje só existe pó.
Não demorou muito. Nesta noite mesmo, muitos dos que ajudaram a destruir o castelo estavam por ali. Ajudando a reerguer nosso reino.
Eles voltam. Eles sempre voltam.
O problema é que o sangue derramado, ao invés de alimento, virou pó.
O pó se tornou o verdadeiro prêmio para quem destrói apenas para o seu próprio prazer.
E nós ficamos com o prêmio da satisfação de uma amizade mais sólida e duradoura, cheia de frutos para colher, pois foi construindo com nossas raízes vampíricas que cresceram e ficaram mais fortes.

E seremos eternos.
E seremos vampiros.

Abraços e tenham uma adorável Noite
Adriano Siqueira

Fanzine 36 - Adorável Noite - Contos de Vampiros e Terror - download gratuito



Baixe o fanzine gratuitamente neste link: 
http://www.overmundo.com.br/banco/fanzine-adoravel-noite-36

Fanzine Adorável Noite 36, dezembro 2013. 
Nesta edição temos a participação dos seguintes autores abaixo:

Noturno
Denny Guinevere

Desejos Mortais
Adriano Siqueira

Um vampiro na praia
Hélio Flávio

A CHAVE
Andrea Carvalho

A joia da Condessa
Por: Patrícia Carla dos Santos

Encontro com a Vampira
Adriano Siqueira

Foto da Capa: Fabiana Ferreira - Hope Oleander

Obrigado pela colaboração, logo o fanzine estará disponível para download.

tenham uma Adorável Noite.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

- A Vampira de Vermelho - Um conto de Natal





- A Vampira de Vermelho -

Autor Adriano Siqueira


Local: Mata Atlântica.
Reinaldo e seu amigo Fabio trabalham como ecofisiologistas. Este trabalho esta diretamente ligado à pesquisa para compreender os fenômenos da natureza. Neste caso, as arvores da Mata Atlântica... Mais especificamente a Jatobá. Em 2000 eles formaram juntos com o EUA uma fundação para proteger e estudar as arvores. Eles estavam ali para verificar uma denuncia... Estavam preocupados. Estas arvores são ecologicamente essenciais. Elas ajudam nas suas funções ecológicas na fase final de formação da floresta.
Quando eles chegam ao local ficam completamente paralisados. Finalmente Reinaldo retira o celular do bolso e diz:
— Está confirmado! Mais de cinquenta arvores sumiram!
Fabio, ainda atônito fala com Reinaldo.


  Se a denuncia for completamente verdadeira essas arvores não foram derrubadas para fazer moveis material de esporte... Mas sim...

Reinaldo interrope...



  Isso mesmo Fabio... Foram usadas para produção em longa escala de estacas para matar vampiros!



  Mas isso é lenda!



  Olhe a sua volta... Lenda ou não as arvores sumiram!



---------------------------------------------------------------------------

Local: São Paulo
Roberto mora com a filha Katrin de 18 anos. Enquanto ela desmontava a arvore de natal ele estava assistindo ao noticiário das oito. A repórter dizia claramente sobre as arvores desaparecidas.
  E conforme o nosso contato, as arvores sumiram faz mais de um mês! Elas tinham mais de 100 anos e foram transformadas em simples estacas de madeira para, acreditem se quiser... Matar vampiros!
Katrin olhou para seu pai e disse:
  Vampiros? Pai... Que tipo de gente derrubariam árvores para fazer isso?
  Esse mundo é insano Katrin.
Roberto sai da sala e vai até o seu quarto. Pega o baú que estava em cima do guarda—roupa e dentro dele... Uma estaca de madeira ainda com sangue... Ele escuta a janela da sala se quebrar. Ele se assusta e deixa a estaca cair e logo em seguida ouve o grito de sua filha. Ele pega a estaca e corre, mas já era tarde...
Ela foi levada...
Levou duas noites para que Roberto desmaiasse devido a exaustão e procurar a sua filha. Na terceira noite um vulto aparece em frente à janela quebrada.
Roberto estava segurando a estaca com as duas mãos. Um vento frio atravessava a janela e e poucos segundos sua estaca desaparece e ele é lançado para a parede da sala como se fosse atropelado por um caminhão... Roberto estava quase inconsciente quando o agressor o carregou e o amarrou em uma cadeira.
Ele quebrou algumas costelas e sua cabeça sangrava.
  Acorde rapaz... Dizia aquele ser que mal aparecia no escuro... Uma manta preta cobria o seu corpo forte e media quase dois metros de altura. Sua voz multiplicava pelos cantos da sala. — A noite ainda não acabou...
  Q-quem é você!
  Alguém que perdeu alguém por causa disso...
Ele coloca no colo do Roberto a estaca...
  Como foi mesmo que fez... Ah... Sim! Você e mais quatro amigos viram um anuncio de como ganhar dinheiro fácil. Ganharam as estacas com uma lista de endereços. Nem perguntaram... Entraram de dia no apartamento dela abriram caixão, matelaram a estaca profundamente até atravessar o caixão... Enfiaram espinhos por todo o corpo. Logo em seguida cortaram a sua cabeça e colocaram nos seus pés. Ainda não suficiente... Jogaram gasolina por todo o corpo levaram para a varanda e tocaram fogo.
Roberto estava perdendo os sentidos quando ele segurou seu cabelo e levantou a sua cabeça. – Preste atenção.
Ele retira uma câmera do bolso e mostra através do visor de cristal liquido quatro homens com estacas enfiadas em suas bocas e logo em seguida eles são queimados.
Roberto estava desesperado... Eram seus amigos. Mortos por aquele vampiro que estava na sua frente...
  Minha filha... Por favor, ela não tem culpa.
  Cale-se! Como pode pedir piedade depois do que fez? Nem ao menos se peguntou sobre essas estacas... Quantas dessas estão por ai? De onde vieram? Quantas da minha gente foram destruídas? Não importa! Ela era especial para mim.
O Vampiro foi até a janela e olhou para a lua.
  Todo o natal a gente se encontrava para falar sobre o que aconteceu no ano. Era sagrado. Dá para acreditar? Vampiros se encontrando no natal... Mas eu gostava pois ela aparecia sempre de vermelho. Era a nossa noite especial e eu aproveitava pois sabia que só a veria no natal... assim ela queria. Assim eu gostava. Mas ela não apareceu neste natal e quando eu a procurei achei seu corpo queimado... Vocês mataram uma vampira que jamais tocou em um humano. Ela sempre dava um jeito de conseguir seu alimento e pagava por ele. Tínhamos uma empresa onde existem pessoas que doam o alimento para nos em troca de dinheiro e compramos. Assim fizemos por muito tempo até você acabar com tudo. Minha sede não era mais saciada por aquele sangue comprado... Eu queria diretamente da fonte... Posso dizer que me deixou mais forte e me devolveu o prazer da conquista pelo alimento e por esse motivo eu agradeço por me devolver esta vontade de devorar cada gota diretamente da carne.
  Mate-me! Leve tudo... Apenas traga a minha filha...
O vampiro dá um sorisso.
  Oh... Mas eu não posso fazer isso... Matar você tiraria o meu prazer de vê—lo sofrer.
Novamente o vampiro mostra um outro filme.
Roberto arregala os olhos quando vê a sua filha na tela... No chão...Desfalecida... Cheia de sangue... Abrindo lentamente os olhos ela sorri... Seus dentes... Meu Deus...
  Argh! Eu odeio essa mania que os humanos tem de chamar divindades nestas horas! Que importa... Ela está voltando! Oh... Sim!
  Sua filha logo estará aqui! Assim poderei assistir bem de perto ela degustar a sua primeira refeição.
  Pois é... O natal está indo embora, mas os presentes duram para sempre.
  Ela virá de vermelho e sempre nos encontraremos no natal!


  Boas Festas!

Autor Adriano Siqueira

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

O presente dos livros. - Por que é bom dar livros de presente?

O presente dos livros.
Por que é bom dar livros de presente?



Você certamente já passou por aquela fase em que quer dizer algo para certa pessoa, mas com a correria diária isso fica impossível e então você decide enviar aqueles "cartões virtuais" que você repassa nas redes sociais, porém mesmo assim, não chega a ser suficiente.

Então aqui vai um toque bem interessante.

Os livros são o presente ideal para quem quer passar um pouco de si para os outros. Ou mesmo quer mostrar que conhece bem a pessoa que vai presentear com o livro certo para ela.
Os livros tem a magia de mostrar os dois lados da moeda, mostra o sentimento que você quer passar. Não só um pequeno momento sobre você, mas sobre a pessoa também. É um presente único, pois ele entra na cabeça da pessoa, mostra intimidade, sentimentos, dificuldades, ações e todo um conjunto de desenvolvimento pessoal que certamente vai deixar a pessoa mais curiosa sobre ela mesma e seu comportamento diante as pessoas.

Os personagens dos livros de ficção atraem muita gente. Eles fazem a gente querem ter um tempo para refrescar a cabeça e saborear um bom livro.

Presentear com livros mostra que você é uma pessoa com estilo refinado.
Conhecer bem sobre o mundo e as pessoas.
O importante é Saber que um livro pode abrir novos caminhos, novas opções, novos horizontes, novos mundos e colocar mais cor na vida da pessoa presenteada.
Os assuntos que os livros abordam são muito ecléticos e alguns livros são um convite para a pessoa descansar através de uma leitura calma e tranquila. Dependendo da pessoa presenteada os livros podem ser cheios de aventuras, magias e ficção.
Os livros de terror e suspense são boas dicas para quem procura leitura diversificada e este tema tem sido bastante conhecido através dos personagens sobrenaturais como Zumbis, Vampiros e outros monstros que tem atraído muitos jovens leitores.

O interessante de presentear com livros é o fato de que a pessoa presenteada pense sobre o presente e tenta descobrir cuidadosamente o motivo de ter ganhado este livro. Descobrir mais sobre si mesmo através dos livros que se ganha é bastante enriquecedor e aproxima mais as pessoas.
Os livros devem ser visto como poções de magia que nos deixa sedentos para nos ver através dos personagens algo que nos acrescente mais em nossas vidas ou mesmo por pura diversão mental. Uma diversão gostosa de palavras fantasiosas que nos fazem pensar por toda à noite.

Dar um livro é convidar a pessoa a relaxar, descansar um pouco da sua vida que está em ritmo corriqueiro e viajar vagarosamente através da leitura.

Os livros têm mesmo está magia de nos manter tranquilos em nosso mundo saboreando as palavras com atenção. Os livros de ficção principalmente nos deixam bastante atentos nas aventuras que ele transmite. As decisões, ações e os diálogos dos personagens entram em nossa mente como uma grande tela de cinema e ficamos neste mundo admirando tudo, sendo possível até ser um dos personagens para ficar mais dentro da história.

Certamente a pessoa que receber um livro de presente, será eternamente grata por ver que você quer mostrar um novo mundo onde se pode descobrir mais sobre você e sobre ela.



Banner deste blog

Banner deste blog
Contos de Vampiros e Terror

  ©CONTOS DE VAMPIROS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo