Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa

Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa
Livro que pode ser adquirido diretamente com a autora - clique no banner para conhecer o blog da autora.

terça-feira, 29 de abril de 2014

A eterna aliança dos irmãos.


Quando construí meu castelo, planejei para que ele fosse grande o suficiente para abrigar meus irmãos vampiros.
Sabia que eles viriam de todas as partes do mundo.
As instalações eram perfeitas, todos podiam ficar o tempo que achassem melhor, renovavam as suas energias e seguiam seu caminho.
Quando viajo pelo mundo geralmente fico no lar de um irmão vampiro.
Dependemos um do outro. Nunca sabemos o que pode acontecer amanhã.
É importante saber que cada irmão tem seu propósito definido pelo seu destino.

Somos todos peças que, quando se juntam,
transformam-se em um mundo forte e impenetrável.

Somos conquistadores e livres para lutarmos por nosso espaço
em qualquer parte do mundo.

Cuide sempre dos seus irmãos pois o amanhã pode chegar a qualquer segundo.
Um dia os caçadores descobrirão que vivo aqui e poderei perder meu castelo, mas sei que logo conseguiria um bom lugar.
Nunca pedi favores, mas acredito que serei bem atendido caso precise.
nunca saberemos o que virá.
Por isso temos que nos preparar o tempo todo.

Isso faz com que a nossa existência seja realmente eterna.

Que nossos irmãos sejam lutadores e que sua força seja lembrada por muitos.

Sejam sempre bem-vindos ao meu castelo.



Abraços
Dri, o Lord

sábado, 26 de abril de 2014

Tocaia Vampírica

Tocaia Vampírica
Por Lord Dri

Vampiro na espreita
Espera sua vitima
com paciência aguarda
a hora exata.

A vitima nem percebe
a aproximação sobrenatural,
da mordida fatal,

E o seu sangue vital
agora pertence
a criatura do mal





sexta-feira, 25 de abril de 2014

MEU MUNDO INSANO

Já sei o que veio fazer aqui.
Quer mostrar que tenho cura,
Que posso ser normal.
Sei o que quer.
Quer transformar meu mundo
Tirar minha insanidade
Tentar ser o salvador do meu caos.

Então tente...
Quem sabe coloco seu cadáver
no meu canto preferido.

Apenas para lembrar
Do mundo que quer me salvar
Sou dono.


abraços
Adriano Siqueira

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Conhecendo o caminho


"Vou-me embora pra Transilvânia
Lá sou amigo do Conde Drácula
Lá tenho a vampira que eu quero
No castelo que escolherei."

:-)

quarta-feira, 23 de abril de 2014

A magia dos vampiros



Os humanos que precisam de atenção usam as redes sociais para reclamar o tempo todo. Alguns reclamam poucos o que é comum, já que o mundo é carregado de erros. Porém existem aqueles que reclamam de tudo, mas não para que alguém traga a solução. Reclamam apenas para ter atenção que por vezes nem é merecida.
Acham que fazendo isso eles se mantém em constante atenção. É só ver as mensagens antigas destas pessoas que verá só reclamação e reclamação. Não existe nada mais. Nem solução, nem conversa, nem ajuda, nem inteligência na conversa.
Isso só faz a pessoa se mostrar oportunista pois não traz conteúdo apenas reclama para ter atenção. Faz um jogo com seu pessoal. Usa-os apenas.
Os vampiros sabem que o futuro não depende de pessoas assim. Depende de gente de atitude, de ideias de vontade e desejos.
Vampiros não reclamam. Se reúnem, trocam ideias sobre as características de pessoas para seduzi-las. Aos poucos as cativa.
Os vampiros sabem quem usa os outros e esses pagam por isso. Eles mesmo se afastam. Ficam com medo e tentam não chamar muito a atenção quando são descobertos.
O mundo é assim mesmo. Os que lutam vivem sua luta em constantes batalhas. Comemoram suas vitórias. E os humanos mimados reclamam por seu espaço sem lutar, sem sentir o gosto da batalha.
Somos dominadores por natureza. lutamos para vencer.

Viva em sua masmorra virtual
e deixe a sua vida ser desperdiçada.
ou Junte-se ao nosso reino e seja um guerreiro feroz 
e a sua fome será sempre saciada. 

É hora de mostrar a sua força.

por: Lord Dri.
 

Hoje é Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor 23 de abril





Quando eu era mas jovem achava que os livros vinham de um mundo muito distante e que os escritores não viviam junto da população embora soubessem muito sobre as grandes cidades.
Com o tempo vamos conhecendo mais obras e também os seus escritores. Tive a honra de conhecer muitos escritores. Muitos deles, eu ainda leio até hoje. Confesso que nunca fui do tipo que escreve criticas sobre obras literárias, mas a gente nunca pode dizer nunca, não é?
Eu comecei a escrever na década de noventa. Nunca passou pela minha cabeça escrever um livro. Eu escrevia só para a internet e para o fanzine Adorável Noite. Só depois, bem mais tarde, pensei na possibilidade de publicar meus contos. Foi quando em 2008 saiu o meu primeiro livro. Era uma antologia que reunia vários autores. Amor Vampiro. A primeira obra a gente sempre lembra detalhes de como foi cada parte do processo de editoração. gostei muito do lançamento e das pessoas que conheci naquela época. Muitas eu converso até hoje.
Meu primeiro livro solo foi produzido pela editora Estronho. "Adorável Noite" que foi lançado em 2011 no dia 13 de maio e foi fantástico. Este livro era o que eu queria mostrar para os meus leitores. Este livro continha histórias que escrevi desde o início e que até hoje ainda são bem lembradas.
Ser escritor me motivou muito a conhecer mais e mais a literatura. as obras são variadas, Mas gosto de terror FC e Vampiros. Sempre vejo alguém comentando sobre um livro e fico interessado em conhecer mais. Comprar livros hoje é comum na minha vida.
Espero um dia poder explicar ao mundo a importância de ler e passar o que leu para os outros. É importante o incentivo da leitura.

Esta é minha homenagem para os leitores deste blog. Obrigado sempre pela visita e Feliz dia Mundial do Livro.

abraços
Adriano Siqueira


terça-feira, 22 de abril de 2014

Mudanças



Mudanças


As vezes
somos roubados da nossa vida
sem escolha, sem argumentos.

Com medo, tentamos sobreviver
e se encaixar nesta nova realidade.

Absorveremos tudo que
acontece ao nosso redor
para nos fortalecer e nos adaptar.

A força virá sempre das lembranças.
é ela que nos dará
toda a coragem que precisamos.




por Adriano Siqueira

Desejos do vampiro



O vampiro é tão ardiloso
que usa a escuridão
para tirar o seu foco.
Ele não quer fama.
Quer se alimentar.

sábado, 19 de abril de 2014

contamine a noite

Sedutor, cativante, 
criatura de olhar penetrante 

Abandona o seu castelo distante 
invada as horas sombrias 
para tatuar a sua marca proibida 
nas almas, nos corpos e na eternidade possuída
pela força do dragão
que está adormecida
no sangue,
no coração.

Contamine a noite e a transforme
em seu novo lar.

Dri, o Lord

quinta-feira, 17 de abril de 2014

49 anos...

É assim mesmo...
Um dia você desacelera o passo e olha para os lados. Respira fundo e olha para o alto. Não são todos que chegam nesta idade e tem a possibilidade de agradecer por ter chegado bem. Eu me sinto renovado, criativo, satisfeito e principalmente... sinto que cresci muito. A gente sempre aprende mais e mais. Ensina o pouco que sabe e continua aprendendo até o infinito. Se um dia eu consegui passar o que eu sei pra alguém já valeu a vida. Não me sinto um homem acima de ninguém. Só me sinto experiente.
É bom chegar nesta idade pois tem muitas e muitas lembranças da vida. Pessoas que me deram uma força incrível e outras que, do jeito delas, me mostraram muitos caminhos.
Acho que o que eu diria pra todos é que não importa os acertos e erros que você faz... o que importa mesmo é o esforço que fazemos para que algo dê certo. É isso que lembro mais. cada trabalho que fiz e como fiz, fica mais nítido do que o vencer e perder.
Algo que magoa são os amigos e familiares que vamos perdendo com o tempo. o tempo acaba mesmo levando tudo que a gente tem. não vou dizer que me acostumei com soo. nunca a gente se acostuma com perdas ainda mais quando são pessoas que sempre estiveram perto mas a vida é assim mesmo.
Algo que também fica marcante são as lembranças de outros aniversários com a família parece que todos os aniversários se juntam e as lembranças ficam com a gente para sempre.
Bom, hoje vou curtir como posso meu aniversário, esperar os presentes que são sempre bem-vindos. :-)
e claro, agradecer por mais um ano de vida.

abraços e hoje é festa. :-)
Adriano Siqueira

quarta-feira, 16 de abril de 2014

O poder de querer



















O poder de querer

A realidade é muito pior dos que os
contos que escrevo.

Queria eu ser um personagem,
ter meu castelo,
estar com minha princesa vampira reinando
ao meu lado.

Queria ser forte, guerreiro. lutar contra
os inimigos e e cada vitória tomar
minha princesa em meus braços
e festejar a luz da lua.

Quero ser o que sou e quero estar
presente mesmo nas linhas que escrevo.

por Adriano Siqueira

Pedido eterno



Pedido eterno

Cada beijo uma vontade a mais de desejo
que vejo e aproveito seu jeito
de ser completo e inteiro
e me faz guerreiro de seu castelo.
praticamente seu
inteiramente vampiro
que a eternidade me leve a você
e que sejamos amantes eternos

por Adriano Siqueira

terça-feira, 15 de abril de 2014

Entre Pipas e Pombos


Entre Pipas e Pombos
Adriano Siqueira

Cidade escura
vive estresse
tormento

No topo dos postes
aprecio a visão
entre pipas e pombos
vejo solidão

Centenas passam por aqui
ninguém me vê
ocupados demais para olhar
a lua, a beleza e a natureza.

Olham o celular
mas não olham o luar
nem olham as pessoas que passam
ocupadas, elas nunca vão mudar.

Alguém caiu
ninguém viu

Se eu mordo
para saciar minha sede
ninguém vê o morto.
Só a luz do celular
é permanente.

Passos Noturnos



- Passos Noturnos -
Adriano Siqueira

A janela aberta,
o balanço das cortinas
por causa do vento,
por causa da chuva.

A luminosidade dos raios
Penetram nas paredes escuras do quarto.

A silhueta de um homem
com olhar sobrenatural,
bem em frente da janela.

Seus olhos brilham,
emanam energias desconhecidas.
olham atentos
os lençóis em movimento.

Mulher encantadora que
se mexe enfeitiçada
coreografia de quem flutua.

Clama por ele.
Delira em êxtase,
em prazer, em fogo.

A chama acesa,
chama por mais.
A mulher o convida.
Feitiço dominante.

Transforma a noite fria
em uma paixão incandescente

O Aquário




Miniconto - O Aquário -
por adriano siqueira 

A água estava vermelha... também, o assassino foi lavar as mãos dentro do meu aquário. Ele matou a minha dona. ela não o queria mais, por beber demais e por ter ficado com muitas mulheres. E então esperou a oportunidade certa e a matou.

Eu me sinto apreensivo. Não posso fazer nada aqui dentro. Como é difícil ser um peixe.

Hei!!!

O safado escondeu a faca na lareira... sem arma, sem provas!

Fico de um lado para o outro sem saber o que fazer.... a policia já chegou, eles estão procurando a arma do crime. Está ali na lareira!! Está ali ohhhh.... Não adianta eles não ouvem a voz de um peixe... Que saco!

Comecei a me debater dentro do aquário, precisava fazer com que o aquário caísse na lareira, mas estava muito pesado... os policiais perceberam que eu estava inquieto e escutava um deles falar que eu era um peixe bem agitado!

O Policial colocou a mão no aquário.... então tive uma ideia... Mordi a mão dele, e ele a puxou assustado e desequilibrou levando o aquário junto.

O aquário caiu e a água foi até a lareira, apagou o fogo e teve muita fumaça a água estava quente... ai .... ai.... ui.... e eu sem respirar. Fiquei pulando ali até não ter mais forças.

O policial me pegou junto com a faca que estava debaixo de mim. mas... já era tarde; Não tinha mais forças... só consegui ouvir o policial dizendo que eu havia solucionado o caso.

Eu estou flutuando... era como se o mundo inteiro tivesse se transformado em um grande aquário... Minha dona estava ali perto da porta em pé, olhando pra mim... e me chamava...

Fui seguindo ela até que vi um brilho bem forte e entramos juntos para um outro mundo.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

ETERNAMENTE LUA


ETERNAMENTE LUA

Nos seus domínios,
Entre feras e beldades.
Encontro nos seus abraços,
lembranças repleta de saudades.

Uma vida eterna, uma promessa,
um caminho e seus olhos.
Guiando.

Nos seus domínios,
Tudo que deseja, acontece.
Encontro nos teus abraços,
Cama cheia de verdades.
Uma vida de paixão,
de desejo, de fogo.
Digerindo.

Na sua fome,
Tudo que precisa, devora.
Encontro nos teus abraços.
Mordidas profundas de imortalidades.
Uma lua em eclipse,
em transformação, em minha volta.

Saciando
Sugando
Devorando
Amando.


abraços
Adriano Siqueira

sexta-feira, 11 de abril de 2014

A VAMPIRA E A VINGANÇA



A VAMPIRA E A VINGANÇA

Não perca seu tempo tentando entender
os vermes que te circundam.
Na sua atual atmosfera
o seu tempo é eterno.
Usando a vingança como semblante, sua
morte-vida perde seu poder.
A fome aumenta.
A energia passa a ser negativa como a
dos humanos, dominando a sua raiz
e isso pode fazer a sua fonte secar.

Ser vampira está muito além.

Significa vencer! Dominar! Ser adorada!
Tomar as rédias pessoalmente.
Construir seu melhor caminho e deixar,
neste caminho, muitos implorando por
sua volta.

Alimente-se deste conhecimento.

abraços e tenham uma adorável noite
Adriano Siqueira

quinta-feira, 10 de abril de 2014

À Deriva...



Ajudei a construir aquela embarcação.
Passei anos montando cada pedaço. unindo peças e testando o barco.

Durante a produção registrei cada momento, cada passo. Todos assistiam o seu crescimento.

Quando ele estava finalmente pronto. Meus amigos me parabenizaram pelo fantástico trabalho.
Enquanto falávamos e comemorávamos. Várias pessoas iam entrando no barco e todos começaram a contar vantagem sobre a sua construção. Diziam que participaram desde o início. Diziam que sempre ajudaram e participaram. Comemoravam como se fossem donos de tudo.

Invadiram...Eu assistia todo o navio pronto sendo tripulado por oportunistas que se apoderavam de meu trabalho.

Todos eles se elogiavam. sorriam e tiravam fotos.

Todos contavam como foi a elaboração da montagem sem ter ideia de como foi o procedimento.

Despediam-se das pessoas que estavam no porto, elas olhavam fascinada para a grande embarcação.

Tiravam fotos, faziam poses,...

Até que um deles perguntou

"Quando o navio irá zarpar?"

E eu grito...

"Todos querem ser capitão mas não se pode ir a lugar nenhum sem um timoneiro."

Abracei os meus amigos e fomos para um bar comemorar enquanto a tripulação brigava entre
si, culpando um ao outro, como sempre fazem para ficar em destaque.

Enquanto estava comemorando com meus amigos no bar. Eu comentei:

"Eu não tinha muito material para fazer a embarcação então usei as madeiras que estavam no antigo cemitério."

O barco faz um barulho e toda a tripulação fica assustada.
A embarcação começa a flutuar por cima do mar.
A tripulação não consegue pular para fora do barco.

Não existe mais nada a fazer.

E La Nave Va.

abraços
Adriano Siqueira

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Jura Eterna - por Adriano Siqueira


Jura Eterna

Na sua sedução,
fico enrolado em seus braços,
perdido em pensamentos e
navego para a ilha dos meus sonhos.

Sei que lá tem um castelo,
uma taça de vinho e uma confortável sala.

Espero que juntos façamos a nossa própria
música noturna.

E que no embalar desta melodia
façamos um mundo com mais verde e menos cinza.

Faça-me mestre e te faço guerreira pela eternidade.

E que neste momento. sua lágrima se transforme
em chuva, em vida,
em morte, em dança,

dança da lua,
a dança dos vampiros.

abraços
Adriano Siqueira

terça-feira, 8 de abril de 2014

A FOME E A LOUCURA por adriano siqueira












A FOME E A LOUCURA

Os olhos ...
Estes que, para mim, são a fonte do desejo,
da culpa, da entrega, da submissão...
As vezes olhamos com extremo desejo
de ser vítimas de nossos próprios medos
e prazeres.
Prazeres sem fim, sem dono e sem remorso.
Entregando-se de corpo e alma
no meio dos mares da luxuria e perversão.
Sentindo e implorando pela mordida.
é difícil de se livrar.
é difícil de se livrar.
Entregue-se.


abraços
Adriano Siqueira

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Os abandonados - Adriano Siqueira

OS ABANDONADOS











Moramos aqui.
Não temos casas e nem castelos.
Somos os abandonados, os condenados.
Os humanos nos chamariam
de moribundos ou um bando de indigentes mas,
amamos uns aos outros.
Poetizamos, contamos nossas histórias,
de nossa familia de nossos amigos,
de nossa vergonha.
A dor é menor quando
vomitamos nossos defeitos e pecados.
Não pense em encontrar riquezas e nem conforto aqui.
Terá apenas proteção.
Uma proteção duvidosa. Garanto,
pois quando a fome chega...
é só ela que importa.


Abraços
Adriano Siqueira

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Castelos

Conselho do Lord Dri:

Não fiquem criando vários castelos esperando que um deles tenha festa de uma única noite.
Você nunca vai ter tempo de cuidar dos outros castelos por falta de dedicação.
Crie e cuide apenas de um só, com muito carinho e muita sabedoria .

É este que vai virar história.

Banner deste blog

Banner deste blog
Contos de Vampiros e Terror

  ©CONTOS DE VAMPIROS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo