terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Dois Minutos de Desespero


Dois Minutos de Desespero

─ Alô!
─ Sou eu Ivan. Não Desligue!
─ Ana que susto você me deu. O que está acontecendo?
─ E-eu não sei. Está tudo escuro aqui.
─ Calma. Eu vou até sua casa.
─ Não! Você não deve sair!
─ Mas é preciso.
─ Estou sangrando Ivan.
─ Ele Feriu você?
─ Eu estou no chão, só tem sangue aqui.
─ Calma Ana. Eu vou aí e... meu celular está tocando.
─ Não atende Ivan! É ele!
─ O cara que te machucou?
─ Alô!
─ Eu tenho nome Ivan.
─ Que fez com ela?
─ Neculai!
─ Seu nome não importa. Deixe a Ana em paz!
─ Achou que falava com ela Ivan?
─ O que? Ana? Ana fala comigo.
─ Ela não existe mais.
─ Por que está fazendo isso?
─ Fome e diversão.
─ Eu vou desligar...
─ Desligue. Eu já estou ao seu lado.
─ Não! Saia daqui Sa...
─ Mas que sangue delicioso.
─ Sabe Ivan, o sangue não teria o mesmo gosto se você não estivesse desesperado. É um tempero essencial.
─ Mas olha só que interessante... Vejo uma foto na sua mesa. Uma mulher. Nome Lucia. Seria sua namorada? Irmã? Será que ela tem celular?

Vejo que será uma noite adorável.

por: Adriano Siqueira

Segue o link para a parte 3
http://contosdevampiroseterror.blogspot.com.br/2014/12/alguns-minutos-de-desespero-alo-voce.html

Postar um comentário

Banner deste blog

Banner deste blog
Contos de Vampiros e Terror

  ©CONTOS DE VAMPIROS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo