Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa

Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa
Livro que pode ser adquirido diretamente com a autora - clique no banner para conhecer o blog da autora.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

O Discurso do Desespero


O Discurso do Desespero


─ Meus queridos amigos que apoiam sempre nossas passeatas. Meu nome é Nelson e quero agradecer todos vocês pela presença. Vamos organizar agora uma nova passeata. Quero algo novo. Algo por quem ninguém lutou. A passeata será pacifica! Na última reunião eu pedi que me produzissem um discurso. Gostaria de saber se vocês já conseguiram.

─ Sr. Nelson Meu nome é Deise Day e o discurso está no celular aí bem na sua mesa é só apertar o botão play.
─ Então pessoal, peço silêncio para ouvirmos o discurso.

_________________________________________________________________________________
O Discurso do Desespero
Por Neculai

─ Pelo conforto o homem deixou de lutar.

─ Pelo conforto o homem deixou de existir. 

─ Vocês chegaram ao topo da solidão.
─ A solidão é o maior motivo do consumo de vocês, do isolamento de vocês. 

─ Mastigam diariamente a sociedade e esquecem o que é humanidade.

─ Se preocupam com seus amigos virtuais mas nunca conversaram com o seu vizinho. 
─ Acredito até, que nunca dialogaram com o pessoal da sua rua, mas garanto que conhecem todas as personalidades enganosas e manipuladoras das suas redes sociais.
─ Colocam as suas fotos do seu "sucesso temporário" e assistem obsessivamente os aplausos enquanto recusam em atender os que pedem ajuda na sua porta. 

─ E quando o fazem, tiram fotos para ganhar aplausos.
─ Dão muito mais importância a vida virtual do que a própria. 

─ De todos os povos que conheci eu nunca tinha visto algo parecido.
─ Por serem aprisionados a sua falsa vida virtual, precisam consumir.

─ O consumo gera uma satisfação enganadora em todos vocês. 

─ A minha intensão é resgatar os poucos que sobraram desta humanidade.

─ Vocês perguntam se um ser, como eu, não abusaria de cada um de vocês. É claro que sim. 
─ O valor das suas vidas é nula. Seus princípios são errados. A forma de viver de vocês é deprimente e vergonhosa para qualquer povo.

─ Deixe-me contar como era a humanidade que conheci. 

─ Antigamente os humanos já nasciam com uma casa e um bom terreno para cuidar da sua família. 
─ Antigamente os humanos eram considerados imortais. Tinham o seu tempo de vida infinitamente maior do que existe hoje. Isso já não é mais permitido. Os humanos não são mais merecedores. Não tem mais valor. ─ Viraram uma raça em extinção. 
─ São agora o único povo que apenas se admira e se idolatra.

─ Deixaram-se dominar por seus governos. 
─ Deixaram-se levar por seu conforto e tudo foi arrancado de vocês sem perceber. 

─ Este humanos de hoje lutaram para conquistar o conforto. E em troca dele perdeu-se algo de muito valor. 
A vida. Não existe mais. Foi excluída e exterminada por vocês mesmo. 
─ Conseguiram se colocar em extinção. 

─ A vida, a verdadeira vida era a única coisa que os manteriam fortes e sábios. 

─ Os humanos são hoje uma copia imperfeita do que eram antes. 

─ Está cópia que vocês são, não lhes dá mais direito a nada. 

─ São vidas que já se perderam, Vidas que entraram em extinção. 
─ Deem uma boa olhada em sua volta. 
─ Perguntem-se. Seria para isso que a raça humana havia sido criada? 
─ Será que você merece os méritos de ser humano? 
─ Será que você é livre e pensa com liberdade. 

─ A raça humana perdeu o seu caminho e se perdeu. 
─ A humanidade deixou de existir.
─ Seus padrões sobre a vida é um conto de fadas. 

─ Mas podemos mudar isso. 
─ Podemos mostrar para todos que a humanidade pode renascer. 
─ A força e a saberia ainda está adormecida dentro de cada um de vocês e cabe a cada um de vocês despertá-la. 
─ É hora de escolher o que realmente querem. Conforto ou Liberdade? 

─ Mas antes de escolherem devo dizer que não sou seu libertador.
─ Sou apenas um vampiro que quer dar desconforto para cada um se sentir bem pequeno e bem insignificante ao ponto de não merecerem viver. 

─ Sabe aquela roda de amigos que se divertem na esquina da sua rua contando 
piadas e se divertindo entre si? 
─ Eles Vivem. 

─ Se você está olhando eles pela janela e reclamando deles, das risadas deles e vive sua vida fazendo reclamações em sua rede social. Então o que você tem não é vida. 
─ É ilusão que o conforto te dá.

─ Assim, vocês vão todos me ver como uma forma cheia de vida, cheia de razão e que veio até vocês para liquidar e arrancar esta vida medíocre que levam. 

─ Escolham logo. Vida ou Ilusão? Conforto ou Liberdade?

─ Despertem, Acordem é hora de colocar a humanidade no seu devido lugar. 

─ É hora de resgatar o mundo destes sequestradores da humanidade. 

─ É o momento de salvar a sua liberdade e tomar de volta o que é seu por direito. 

─ A sua imortalidade. O seu mundo.

─ Enquanto a sociedade viver este ilusório sistema onde o conforto é visto como a necessidade principal do ser humano, oprimindo completamente a verdadeira vida e liberdade que os seus ancestrais conquistaram, eu me permito sim, tomar todo o sangue e causar todo o desespero que está falsa humanidade merece. 
________________________________________________________________________________

─ Este discurso me deixou impressionado Srta. Deise Day, mas parece que o Sr. Neculai tem uma intenção muito forte de acabar com os cidadão e nosso sistema e não é isso que procuro. Mas o que está acontecendo com vocês? Por que estão aplaudindo este monstro. Ele é o vampiro assassino que todos estão procurando. Temos é que entregá-lo para as autoridades. Mandar este vampiro para a cadeia. Vocês não entendem. Ele pode destruir todos nós e.... M-mas... Srta. Deise por favor abaixe a arma e-eu sei que poderemos resolver isso pacificamente. V-você não pode levar isso em frente. É uma passeata para favorecer este assassino. - N-não! Quem é você? De onde veio... N-naaarrrgghhh.

─ Não sou um assassino Nelson. Eu vou apenas indicar o caminho certo para este povo tão perdido. Vocês podem confiar no Neculai. Eu tomarei o Sangue e Desespero dos homem que não merecem mais estar por aqui. Homens que colaboraram com a desgraça que vemos hoje. Vamos tomar de volta todo o sangue derramado em vão. Vamos causar desespero para conquistar o caminho certo.

"─ A Era do Neculai se inicia."





Por Adriano Siqueira


Postar um comentário

Banner deste blog

Banner deste blog
Contos de Vampiros e Terror

  ©CONTOS DE VAMPIROS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo