Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa

Livro Luar de Sangue da autora Dione M. S. Rosa
Livro que pode ser adquirido diretamente com a autora - clique no banner para conhecer o blog da autora.

terça-feira, 12 de maio de 2015

A Perigosa Caçada Contra o Desespero


A Perigosa Caçada Contra o Desespero
Um caçador aparece para acabar com o vampiro Neculai




— Boa Noite queridos telespectadores. Eu sou a Solange Pen...
— E eu, Marco Tong.
— Vamos começar mais um programa do Neculai. Temos muitas novidades. O nosso querido Neculai está ajudando os índios do Brasil e ele doou mais de meio milhão de reais para proteger os índios deste país. Os Vigilantes do Neculai também estarão unidos para esta causa e alguns já estão protegendo cada reserva indígena e também já estão em algumas divisas. Parece que o nosso adorado Neculai tem ajudado muito a nossa nação. Mesmo com muitas criticas sem sentido ele continua ajudando sem parar as pessoas e sua fama só está aumentando.
— Isso Mesmo Solange e Hoje vamos trazer um dos Vigilantes do Neculai para ver como a sua vida mudou. Pode entrar Valter.
— Valter. Me conta como a sua vida mudou depois que você começou a trabalhar como vigilante do Neculai.
— Olá tudo mundo. Meu nome é Valter. Eu trabalho como Vigilante do Neculai. Desde que comecei minha vida mudou para melhor. Eu estava sem perspectivas e aceitei o convite que vocês da televisão fizeram em trabalhar como um dos Vigilantes e entrei em contato imediato. Depois de algumas poucas perguntas eu já recebi o meu uniforme e comecei a ser treinado para ser um bom Vigilante. Eles me pagaram o meu salário mesmo só fazendo treinamento. Na primeira semana eu já estava na amazônia em um local secreto para treinamentos e lá aprendi muito sobre toda a sociedade e também li muitos livros e fiz algum treinamento corporal para defesas.
— Que bacana isso Valter. Neculai aprecia demais a ajuda dos seus Vigilantes.
— Pois é Marco. Eu aprendi muito com o pessoal e logo no primeiro mês ganhei um carro para ajudar ainda mais a proteger a cidade e eu fui recrutado para ajudar os índios e eles merecem muito a nossa ajuda. Merecem pois, para mim, eles são os verdadeiros donos desta nação. Estão aqui a mais tempo que a gente e temos muito que aprender com eles.
— Muito obrigado Valter por suas palavras.
— Obrigado você Solange e Marco pelo convite para participar deste programa.
— Viu só pessoal. Este Vigilante é um exemplo do que o Neculai está fazendo pelo povo. Neculai Ajuda todo mundo e mesmo assim tem gente que vive criticando os seus trabalhos. Quanta inveja né Marco.
— Verdade Solange. Alguns Comodistas que não pagaram o seu carnê de proteção do "Amigo Salvador Neculai" são os grandes críticos e acham que ele abusa do poder.
— É Marco, mais isso vai mudar. Logo eles vão implorar para que o Neculai os proteja.
— Não tenha dúvida disso Solange. E terminamos mais um programa do Neculai.
— Boa Noite pessoal.



...
— Alô! Deise?
— Sou eu Neculai. O Evandro. A Deise já vem atendê-lo. Assisti o seu programa. Achei curioso que doou meio milhão para produzir novos projetos para proteger os índios.
— Todos devemos fazer uma boa ação. Evandro.
— No jornal de hoje vi que cinco homens foram mortos e deixados na rua, nenhum deles tinham sangue e eles eram assaltantes de bancos. Usavam um carro preto. Não acharam o dinheiro no carro, mas olha só que coincidência, a quantia do dinheiro que sumiu chega próximo a meio milhão.
— Evandro. Assim você acaba com o final feliz. Ha Ha Ha. Você deveria ser investigador quando crescer. Alias, mande parabéns para a Karina. Ela fez um ótimo trabalho.
— Vou passar o telefone para a Deise.
— Olá Querido Neculai. Quero te ver novamente. Tocar em seu rosto. olhar bem nestes seus lindos olhos.
— Deise. Você é sempre magnifica.
— Querido. Eu sempre vou ser tudo que quiser. Eu pedi para ligar pois existe um caçador que está divulgando mentiras sobre você.
— Alguém querendo me caçar? Que interessante. Preciso mesmo me divertir um pouco hoje. Me passe o que você sabe.
— Ela apareceu em algumas redes sociais. Suas fotos são sempre de um homem todo musculoso e cheio de parafernálias para caçar vampiros. Ele disse que você é o próximo da lista dele. Está colocando fotos de muitos assassinatos e, dizendo para todos, que essas mortes, estão relacionados a você. O caçador parece mesmo fazer uma boa investigação. Ele diz detalhes que mostram como você faz para assassinar e diz também como a população deve fazer para destruir você. Diz que trabalha por conta própria e que logo você será destruído.
— Qual o nome dele?
— Jorge Lecabel.
— Pode deixar que eu falo por mim.
— Ha Ha Ha! Invadir o meu celular Jorge, não te faz um caçador.
— Vem me caçar então Neculai! Venha me pegar.
— Nunca convide um vampiro!
— Venha Neculai. Seus dias estão contados!
— Estou aqui. Vim mais rápido do que esperava... mas É um truque? Muito experto. Seu celular era apenas uma isca.
— Isso é apenas uma parte do jogo. Olhe em volta.
— Explosivos. preciso sair ag....
Bummm!
...
— Neculai? Você está bem?
— Deise... como conseguiu me tirar de lá.
— O meu celular ainda estava ligado. A explosão o empurrou para o celular e o trouxe para cá.
— Jorge é um perito. Me pegou de surpresa. usou um celular como isca. Ele falava de outro número mascarando o número verdadeiro. Cai na sua armadilha por me achar imbatível. Um erro que não irei cometer novamente.
— Descanse agora querido. Você precisa se recuperar.
— Eu já estou bem Deise. Chame o Evandro.
— Olá Neculai. Parece que foi pego de surpresa. Quase chegou ao fim da linha.
— Alguma pista Evandro.
— Se está querendo saber se você tem inimigos A lista telefônica é pequena. Acho que até namorados ciumentos entraria nela. A Deise me mostrou o perfil deste seu caçador em uma rede social. É um Fake. Tudo falso. Poderia ser qualquer um com habilidade de entrar nos celulares dos outros.
— Não vou ser pego novamente.  A única pista que eu tinha era aquele celular que foi destruído na explosão. Mas eu tenho como rastrear. Eu vi o número correto no outro celular antes de explodir.
— Onde vai querido?
— Vou caçar Deise. Não me liguem até eu resolver este assunto.
— Boa caçada meu adorado vampiro.
...

— Alô?
— Aqui é o Neculai. Você não imaginava que eu iria te achar tão cedo não é Adalberto... ou posso dizer. Jorge Lecabel.
— Do que está falando?
— Antes de tudo explodir eu vi qual era o número correto do celular. Achou que eu não iria te achar? Prepare suas armas. Você queria uma luta. Vai ter uma.
— Espere... Você não entende! Por favor...
— Eu já estou aqui do seu lado... mas... que diabos! Você é só um garoto? Me fazendo de bobo moleque?
— E-eu posso explicar. Você... você é o querido das mulheres Neculai. Todas ficam querendo saber mais sobre você. Todas elas. Até mesmo a minha ex-namorada. Ela só falava de você. Só queria saber mais sobre você, Me deixou para trabalhar para você. Ela se chama Sabrina. Você deve conhecer bem.
— Sim conheço. Mas não me culpe por não conseguir manter seus relacionamentos.
— Eu fique com raiva de você Neculai. Criei um nome falso para todos saberem que eu era um bom caçador. Peguei as fotos de homens musculosos e fiz montagens com armas para matar vampiros. Muita gente odeia você. Eu finalmente estava conseguindo ser alguém. Conheci muita gente que estava me adorando. Algumas fãs queriam me ver pessoalmente. Eu realmente me senti como você. Entendi como é complicado dar atenção para todas, mas eu estava adorando todo este mundo de celebridades. Eu me senti um verdadeiro caçador.
— Você quase me matou garoto. Seu conhecimento fez isso.
— Me desculpe por isso. Eu tinha que mostrar para os meus fãs que você poderia ser destruído e eles acreditavam em mim. Agora tudo acabou. Você descobriu quem eu realmente sou. Um garoto cheio de inveja de você. Fraco e sem futuro com as garotas. Sou uma piada e logo todos vão saber a verdade.
— Não precisa ser assim.
— Não?
— Pode continuar sendo o caçador do Neculai. Mas sem máscaras. Seja você mesmo. Seus fãs vão gostar de saber quem você realmente é. Isso vai dar mais realismo. As pessoas de hoje não querem mais fantasiar. Querem um cara que possam admirar.
— Eu não havia pensado por este lado. Mas você sempre pede algo em troca. O que quer de mim?
— Me mostre como faz para entrar nas conversas em alguns celulares.
— Tudo bem. Eu fiz este aparelho. Ele pode entrar em qualquer celular que quiser e assim você pode ter acesso as conversas de muita gente.
— Envie para a Deise. Vou deixar o endereço dela para você.
— Obrigado por me entender.
— Vamos tirar uma Selfie. Sorria. Quero que poste esta nossa imagem no seu fã clube. Escreva a seguinte frase. "Esse garoto é um verdadeiro caçador. Assinado Neculai"
— Uau! isso vai atrair mais pessoas pro meu fã clube. Obrigado Neculai!
— Boa sorte na sua próxima caçada garoto. Se precisar, sabe o meu número.



Por Adriano Siqueira

Músicas que escolhi para esta história
https://www.youtube.com/watch?v=gA1VKrZpT1s

https://www.youtube.com/watch?v=f8XPzqyHvU4



Postar um comentário

Banner deste blog

Banner deste blog
Contos de Vampiros e Terror

  ©CONTOS DE VAMPIROS - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo